Deserto de roupas do Atacama é consequência direta do mercado de “fast fashion”.

O deserto do Atacama é mundialmente conhecido por ser o maior e mais árido de todo o mundo. Com mais de 100 mil quilômetros quadrados, o local conta com uma amplitude térmica que pode variar de 0ºC a 40ºC em determinados dias.

Lá encontra-se um gigantesco lixão de roupas que, todos os anos, recebe cerca de 60 mil toneladas de peças.

A montanha de roupas existe, entre diferentes fatores, em decorrência de um padrão de produção têxtil conhecido como fast fashion. Nele, diferentes peças de roupas são produzidas de forma rápida e barata — ocasionando um descarte de tecidos intenso, uma vez que a qualidade dos produtos não é suficientemente elevada para garantir sua permanência com os indivíduos por um longo período.
Para além do acúmulo dessas peças, a questão apresenta-se como um grave problema ambiental, já que as roupas podem levar até 200 anos para se desintegrar e é comum que sejam queimadas, fator que aumenta os níveis de poluição e afeta diretamente a vida dos indivíduos que vivem próximos à região da queima.

Há uma grande diferença entre o lixo comum e o lixo têxtil. 

A maioria dos produtos domésticos que causariam problemas nos lixões — como o plástico, o papelão, o metal e outros — já apresentam uma cadeia de reciclagem organizada.
Por outro lado, a produção têxtil não conta com uma rede de reciclagem organizada, assim, tudo é compreendido como lixo. A maior parte da matéria-prima presente nessa indústria não é biodegradável, sendo formada por fibras de poliéster e poliamida, que demoram muito tempo para se degradar.
Além disso, é necessário também conscientizar a sociedade de que o material têxtil pode ser reciclado e que o consumo deve ser realizado de uma forma consciente. Para isso, seria positivo a possibilidade de adicionar essas informações nas escolas e nos espaços públicos para uma maior conscientização populacional.
Por fim, a necessidade de criação de uma política de controle de preços, já que, muitas vezes, as peças são baratas em decorrência da ausência de um pagamento de qualidade pelos serviços de costura. Assim, em alguns casos, o preço da roupa não é real, ficando muito barato por conta da exploração da mão de obra.
Fonte: Jornal da USP

ATITUDE IMPORTANTE:

A transformação que queremos ver no mundo, deve começar com pequenas atitudes, dentro de nossas casas.
Você já conhece a CAMPANHA MEIAS DO BEM da Puket?
Ela consiste em transformar nossas meias usadas em cobertores e novos pares para serem doadas às pessoas carentes: orfanatos, asilos, moradores em situação de rua, hospitais, etc.
👇🏿👇🏿 Assista o vídeo para entender melhor:
MEIAS DO BEM (PUKET)❤️
* Recicle e doe amor! *
✔️Tenho meias usadas para doar. Onde entrego?
Em qualquer Loja Puket.
Aqui em São José do Rio Pardo SP 👇🏿👇🏿👇🏿
LOJA LOVEBRANDS (Puket)
Rua Rui Barbosa, 235 – centro
✔️Sou uma Instituição/Entidade Assistencial. Como me cadastrar para receber cobertores e pares de meias novos?
Faça contato pelo site. 👇🏿👇🏿👇🏿

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here