Arepid Junho 2024

Olá, leitores de O JornalZinho

Na edição deste mês vamos falar novamente dos atletas da equipe AREPID DEC inscritos no Meeting São Paulo de Atletismo a ser realizado em junho e, também, iremos divulgar o desempenho da seleção do Brasil Paralímpico no Mundial de Kobe, no Japão, realizado no mês passado.

Para o Meeting São Paulo de Atletismo, a AREPID DEC levará dez atletas e mais seis staffs. Abmael Marques estará no lançamento Club. Carlos Henrique Caveanha, Bruno Montanheiro, Marco Antônio Corrêa e Raphaela Aline da Silva estarão no Arremesso do Peso e Lançamento do Dardo. José Roberto de Brito Jr., nos 100 metros Petra. Luis Fernando da Cruz fará os 800 e 1500 metros. Noel Carlos de Jesus, estreante na AREPID DEC, estará na disputa dos 400 metros e 1500 metros. Ridelso dos Santos, no Salto em Altura e Distância. Vanderlei Aparecido da Silva Júnior está relacionado no Lançamento do Dardo e no Salto em Altura. O chefe da delegação é o professor Sérgio Henrique Braz. Presença neste Meeting São Paulo também dos staffs Saulo Gabriel Martin Schiavon, Rafael Piovezan Capuano, Eliana Marques e Alessandra Carvalho. Na edição do Jornalzinho de julho traremos os resultados. Não haverá atletas da AREPID DEC na segunda etapa Nacional Loterias Caixa de Atletismo prevista para este mês.

 

E a delegação brasileira quebrou o recorde de medalhas de ouro no Mundial de Atletismo em Kobe, no Japão. Foi a melhor campanha do Brasil em mundiais conquistando 19 ouros, 12 pratas e 11 bronzes, terminando na classificação geral na segunda colocação, superando as 16 vitórias registradas na edição de Lyon 2013, que, até então, era o recorde do país. O Mundial no Japão aconteceu no mesmo ano dos Jogos Paralímpicos de Paris 2024, após o Comitê Organizador Local (LOC, na sigla em inglês) solicitar ao Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês) o adiamento do Mundial, que seria em 2021, devido à pandemia de coronavírus.

Com isso, a cidade japonesa sediou o evento de atletismo no ano posterior ao Mundial de Paris 2023, quando o Brasil teve seu melhor desempenho em total de pódios na história em Mundiais. Foram 47 medalhas ao todo, sendo 14 ouros, 13 pratas e 20 bronzes. Ao todo, foram 1.069 atletas de 102 países que competiram em provas de pista e campo no estádio Kobe Universiade Memorial Stadium. Pelo Brasil, foram 46 atletas e 10 atletas-guia que representaram o país na competição.