Abacate é bom?

O abacate é visto como um dos vilões das dietas, especialmente por possuir uma quantidade de gordura maior em relação às outras frutas. Porém, já sabemos que o importante é analisar a qualidade das calorias ingeridas e não pensar apenas em quantidade.

Segundo a tabela de composição dos alimentos da UNICAMP, a TACO, a fruta possui 98 kcal em 100g do alimento. Apenas como comparação, 30g de bolacha “água e sal” possui 120 kcal.

O principal tipo de gordura presente no abacate é a monoinsaturada, a qual tem a capacidade de reduzir os níveis de colesterol LDL (o colesterol ruim) e de triglicerídeos, e aumentar o HDL (colesterol bom).

A fruta também contém um fitoquímico importante, chamado beta-sitosterol, capaz de auxiliar no controle dos níveis de colesterol no sangue e na prevenção de doenças cardiovasculares.

Outra característica importante, mas pouco comentada, é o seu alto teor de fibras, o que ajuda na redução de constipação intestinal, aumento de saciedade, controle de glicemia e redução da absorção do colesterol.

O abacate apresenta ainda outros nutrientes que são benéficos à saúde, como potássio e luteína, que podem ajudar a manter níveis adequados da pressão arterial, providenciar benefícios para a visão e controlar o estresse oxidativo.

Para quem visa o emagrecimento o abacate pode ser muito bem vindo. Apesar de possuir um pouco mais de calorias que outras frutas, ele pode promover uma maior saciedade devido às fibras e gorduras. Outra questão importante é evitar a adição do açúcar na fruta, hábito comum do brasileiro, porém não vejo problema em misturar leite com abacate.

Portanto, não tenha medo do abacate. Ele é uma ótima fruta, tem vários benefícios e pode ser usado em preparações doces e salgadas.

Um grande abraço!