A Etiologia da doença e da saúde mental e emocional

0
89

1 – A causa da doença mental e emocional é o egoísmo inato, egoísmo esse que impede a aquisição de amar; e também declaramos que:

2 – A cura da doença mental e emocional e o consequente surgimento da saúde mental e emocional resultam da eliminação do egoísmo e aquisição da capacidade de amar.

O que agora declaramos e iremos demonstrar, para isso nos apoiando em descobertas científicas, é que os dois fatos acima constituem A Etiologia da doença e da saúde mental e emocional.

Esses fatos são absolutamente verdadeiros e esclarecem tudo o que diz respeito à doença e à saúde, não havendo necessidade de nenhum outro dado.

Como componentes que são da Etiologia, eles formam a base da nova Ortopsicologia que aqui vamos apresentar.

O fato de que todo ser humano nasce egoísta já foi plenamente comprovado pela ciência. Na realidade, já se sabe que todo organismo animal situado em posição suficientemente alta na escala evolucionária das espécies nasce egoísta.

Esse egoísmo inato é necessário para assegurar a sobrevivência do organismo nos seus primeiros estágios de vida. Mas, sendo útil apenas nesses estágios, ele precisa logo ser mudado a fim de que o organismo possa se desenvolver normalmente.

Também já foi comprovado pela ciência que as crianças e os animais precisam aprender, o mais breve possível depois do nascimento, a conviver em sociedade, isto é, precisam ser ensinados a desempenhar seu papel no sistema cultural ou social em que nascem.

As crianças precisam aprender a conviver com seus semelhantes, o que na realidade significa que elas precisam eliminar seu egoísmo infantil inato e aprender a amar, a cooperar e a refrear seus desejos quando eles entram em conflito com os direitos dos outros.

A ciência também já demonstrou amplamente que os animais precisam ser disciplinados e ensinados a viver na sociedade de que fazem parte. É comum uma cadela punir o filhotinho que lhe morde a teta enquanto mama ou empurra outro filhote para tirá-lo dali.

Todo esse processo começa muito cedo, começa na concepção. Estudo demonstrou que o pequenino embrião humano não se desenvolve passivamente. Ele é bem ativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here