Defesas mentais

0
287
Defesas mentais
Defesas mentais são pensamentos defensivos que criamos com a finalidade de defender-nos dos ataques externos e internos dos pensamentos do mal e de tudo que possa dificultar a nossa superação.

“A luta é lei da vida” e para vencermos as dificuldades que se nos apresentam, precisamos aprender a lutar. Para isso devemos organizar a mente, selecionar os pensamentos e manter uma constante atenção contra tudo que conspire contra os nossos elevados propósitos de superação.

Tudo o que nos ocorre tem o seu ponto de partida na mente, uma vez que os pensamentos são os agentes causais do nosso comportamento, e quanto mais defesas criarmos, mais facilidade teremos para contrarrastar o que possa dificultar a nossa evolução. A pretensão de querermos lutar sem essas armas, seria o mesmo que pretendermos enfrentar sozinhos, numa batalha, milhares de adversários.
Com os elementos proporcionados pela Logosofia, podemos eliminar as causas que promovem os efeitos nocivos que travam as nossas faculdades mentais e sensíveis e que imobilizam a nossa vontade, impedindo-nos de criar conceitos próprios, o que, naturalmente, levam-nos a depender, quase sempre, da orientação e da influência dos pensamentos alheios, inclusive para as questões íntimas do nosso mundo interno.

Ao fazer uma revisão da minha vida, pude concluir que as crenças e os preconceitos que me foram inculcados, principalmente na infância, idade em que nem sequer fazia uso da razão, impossibilitaram-me de utilizar a função de pensar e de criar meus próprios pensamentos.

Com a aplicação dos novos conceitos, pude comprovar que para evoluir conscientemente necessito pensar por mim mesmo, usando a função de pensar e as demais faculdades dos sistemas mental e sensível, promover uma renovação constante dos conceitos, conhecer, identificar e selecionar os pensamentos, acatar a vontade suprema do Criador plasmada nas Leis Universais e eliminar as causas que me induzem ao erro.
Sinval Lacerda
Para mais informações sobre a Logosofia e a Fundação Logosófica: www.logosofia.org.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here