CAUTELA NOS SALTOS EM CAIXA

0
119

As caixas box jump são comumente usados, sobretudo, nos programas de treinamento funcional como forma de saltos. Seu uso frequente se justifica no fato de ser uma tarefa com potencial de promover adaptações multissistêmicas, haja vista o estímulo a diferentes capacidades físicas como força, potência, coordenação, equilíbrio e aptidão cardiorrespiratória. Apesar de ser uma tarefa relativamente simples para pessoas que têm uma certa experiência de treino e de ter um potencial interessante de promover adaptações, é cabível lembrar que todo bônus tem o seu ônus. No caso específico do box jump, o preço pago é o elevado impacto observado na fase de aterrissagem em solo.

Ratificando essa informação, um estudo avaliou, dentre outras coisas, as forças verticais de reação do solo durante a aterrissagem de esportistas recreacionais que saltaram de uma caixa com 40cm de altura. Nos homens, os resultados revelaram força vertical de reação do solo média equivalente a 3,9x a peso corporal. Já nas mulheres, 5,3x o peso corporal. Na prática, um homem que pesa 70 kg recebe 273 kg de volta a cada aterrissagem. Já uma mulher com 55 kg, 291 kg na carcaça.

Independente do sexo, quando o salto foi realizado em condição de fadiga, houve aumento médio de 20% na força vertical de reação do solo. As mulheres também apresentaram maior ângulo de valgo nos joelhos durante a aterrissagem em relação aos homens (14,9º vs. 6,0º).

Cabe destacar que a tarefa executada no estudo foi diferente do box jump, mas a aterrissagem em solo também foi proveniente do salto que partiu da caixa.

Com base nos dados, cabe considerar que, especialmente em mulheres, o box jump representa uma condição de exposição a riscos (muito cuidado) e, apesar disso não ser uma contraindicação absoluta para o exercício, é prudente adaptar a fase de aterrissagem modificando o salto para a descida. No caso de optar pelo salto, é prudente evitar sua execução em condição de fadiga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here