TIPOS DE TINTA PARA PAREDE

0
227
Tipos de tintas para paredes

Penna Arquitetura e Interiores

LÁTEX PVA:

Tinta à base de água, é geralmente utilizada em pintura de paredes internas, principalmente para tetos e áreas secas que dispensam manutenção constante. A tinta de látex encontrada apenas em acabamento fosco, pois sua resina não permite a variação de brilho. Oferece pouca resistência à ação do sol e tem baixa “lavabilidade”, ou seja, não resiste à lavagem e, por isso, deve ser limpo apenas com pano úmido. Seca rapidamente e o odor típico de pintura é mínimo.

ACRÍLICA:

Com propriedades similares ao látex, é uma tinta de secagem rápida e solúvel em água. Sua diferença está na composição: as resinas acrílicas, que concedem ao produto características impermeáveis, fazem com que ele seja muito utilizado em pinturas externas. Essa impermeabilidade também torna a tinta acrílica interessante para uso em áreas molhadas da casa, como cozinha e lavabo, já que podem ser lavadas sem preocupação.

Existem 3 tipos de acabamentos da tinta acrílica:

FOSCO: Menos resistente à limpeza, mas disfarça imperfeições na parede.
SEMIBRILHO: É brilhante, destaca mais as imperfeições da superfície e resiste mais à limpeza do que a tinta fosca.
ACETINADO: Confere à parede um toque mais fino, sofisticado, com um brilho suave, que resiste bem à limpeza. Assim como a tinta semibrilho, ela destaca as imperfeições da superfície.

SUPER LAVÁVEL:

Têm acabamento acetinado e oferecem grande resistência à limpeza, ideal para ambientes com intenso tráfego de pessoas ou locais onde há crianças. Podem ser usadas tanto em ambientes internos como externos.

INODORA:

São produtos que, em sua maioria, perdem o odor em até três horas após sua aplicação. Estão disponíveis em acabamento fosco e acetinado e podem ser utilizados na pintura de ambientes internos e externos. Elas são indicadas em reformas rápidas e evitam possíveis reações alérgicas.

EPÓXI:

São resistentes por não se deixarem atacar facilmente por produtos químicos, como os de limpeza, por exemplo. Ideal para aplicação em locais em contato direto com a água, como piscinas e caixas d’água. É, ainda, uma ótima solução para ambientes como banheiros, boxes e cozinhas.

ESMALTE SINTÉTICO:

Não é indicado para paredes, mas vale mostrar essa opção que é um dos tipos de tinta mais usados na construção civil. É boa para a utilização em superfícies de ferro ou madeira. Possui acabamento brilhante e acetinado, embora exista a versão fosca. Seu acabamento dá sensação de uma película formada sobre a superfície e, por isso mesmo, não é muito adequada para o uso direto na parede, porque, podem surgir bolhas ou descascamento. Ele é encontrado à base de água ou solvente. No primeiro caso, o cheiro não é tão forte e a secagem é rápida. O custo é mais alto do que o das demais, por conta de seu uso mais específico. Ele é encontrado à base de água ou solvente.

Fonte: Leroy Merlin.

Saiba mais sobre o meu trabalho acessando minhas redes sociais:

https://www.instagram.com/pennaarq/
http://facebook.com/pennaarq
https://www.youtube.com/PennaArquiteturaeUrbanismo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here