ENTÃO É ASSIM QUE É A VIDA!?

0
252

Até este texto chegar a sua tela já terei saído da minha primeira consulta. Acontece que não resisti os trancos e barrancos da vida, e estou novamente com horário marcado para meu auto confrontamento pós confinamento.

 

Depois da dura passagem por 2020, saímos catando os cacos que sobraram no chão, sei que a vida vale a pena, embora o pão seja caro, e a liberdade, pequena. A existência continua, e preciso conseguir voltar a marcha em primeira, e engatar no presente. Mas sozinho não estou dando conta.

Achei que não precisaria voltar a terapia se tivesse com a leitura em dia, os discos que gosto do meu lado, e o WhatsApp recheado de amigos e grupos bacanas, que elevassem meus ânimos para cima.

Cansei de ser infeliz. E cansei do WhatsApp também, muita perda de tempo e vertigem por nada. Chega!

Ninguém nos fala direito como é que as coisas são, e a vida vai desenrolando, e você percebe que a sua rotina fica sem muita dinâmica e ritmo, e talvez seja por isso, que as minhas emoções estejam chacoalhando sem parar dentro de um turbilhão de montanha-russa.

É inevitável: em algum momento, elas ficaram tontas, e aqui tô eu, grogue e cheio de dúvidas.

Queria poder sair na cidade, não aguento mais ver parede, chão e aquele pouco de grama no quintal. Queria estar em um sítio num fim de semana, dentro de um shopping no outro, e acampar com alguns amigos bicho-grilo em mais outro.

E se der, uma ida num Café para um cappuccino com pão de queijo na volta, por favor?

Os solitários quando crescem, não querem mais bola de meia nem bola de gude, querem se socializar, tentar se abrir para o apavorante ser-estranho, aquele outro eu, irmão de espécie homo sapiens.

Nós, os solitários nunca vamos querer a solidão.

Para ajudar a acalmar os ânimos, alguns amigos me aconselharam, no abraço (virtual) fraterno, de que a vida é assim. Sarcasticamente, me dizem um grande e em letras garrafais bem-vindo, e vão seguindo o seu caminho, rumo a outras portas virtuais.

Então é assim que é a vida!? Ah! Moço, para este ônibus aí que eu quero descer nesta linha mesmo, porquê eu não me esqueci daquele café.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here