A Máscara realmente te protege nos treinos?

0
234
A Máscara realmente te protege nos treinos?

O vírus pode ser espalhado por gotículas suspensas no ar quando pessoas infectadas conversam, tossem ou espirram. O uso de máscaras é fundamental e pode sim proteger o esportista. Um artigo bem interessante, recém publicado por Konda e cols (2020), na American Chemical Society. Eles queriam entender melhor a eficiência da filtragem de tecidos utilizados nas máscaras de pano que usamos. Os tecidos testados foram: algodão, seda, chiffon, flanela e vários tecidos sintéticos, além de suas combinações. Os pesquisadores utilizaram uma estratégia interessante aplicando gotículas em aerossol nas máscaras. Estas gotículas tinham de 10 nanômetros a 6 micrômetros para simular a filtragem ante ao vírus, que estima-se ter aproximadamente 120nm.

 

Para resumir e simplificar a história, o algodão se mostrou uma ótima barreira mecânica com eficiência de filtragem entre 79% e 98,4%. Outro achado interessante é que materiais como a Seda e Chiffon são eficazes na exclusão de partículas, provavelmente devido a efeitos eletrostáticos. Nesse sentido, os autores indicam a combinação dos tecidos citados para termos, simultaneamente, efeitos mecânicos e eletrostáticos. Porém, ressaltam a atenção aos vazamentos ao redor da máscara, que podem reduzir em 50% a eficácia da filtragem. Por isso, nada de ficar tirando e colocando a máscara toda hora hein.

Já na questão do acúmulo do CO2, vale lembrar que as máscaras são permeáveis aos gases e que o CO2 liberado na expiração sairá da máscara. Porém, se você fizer exercício em alta intensidade aumentará muito a atividade dos músculos respiratórios, e isso, associado a resistência da máscara para à entrada e saída dos gases, pode aumentar muito a percepção e o esforço em si. E não esqueça as orientações para o uso da máscara: é de no máximo 3 horas, ou quando ela já estiver úmida, indicando que deve ser trocada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here