O DIA EM QUE SATÃ AMOU

0
447
O DIA EM QUE SATÃ AMOU

Ouça,
moça,
essa história já foi real,
foi erótica e imperial
hoje é um conto dissolvido
na lenda da humanidade,
o sol já vai sumindo
e a mosca está zunindo…
…ahhhhhhhhh…
um grito de amor?
ou será…TER-ROR???

…Foi num tempo perdido
de guardiões e serpentes,
de monstros e magias,
animais e gente,
que o diabo veio à Terra
plantar a semente do mal
mas a Luxúria, que ente!
foi sua derrota letal…

Em excursão pela Terra,
Satã procurou por Hera
propôs um pacto maligno:
furtar de Deus a coroa
e derrubar Zeus da poltrona

Para tal façanha
o Anjo Caído, no solo sagrado
no Éden antigo,
semi-abandonado
Driblou guardiões e muita partida
para furtar a árvore da vida

O santíssimo solo,
assim que chegou,
sujou-se de sangue
e desbotou
A grande serpente,
o mal de toda gente,
já era mulher,
libidinosa,
que o olhava
com olhos fixos e dissimulados
lábios carnudos e perfumados

Satã a fitou
e em vão procurou
palavras de tesão,
de ardor, de paixão,
mas só encontrou seu ego,
solidão

Percebeu que, tão sozinho,
tão carente de carinho,
estava olhando sua musa,
peitos nus, uma confusa
e exuberante mulher
meretriz
que não foi santa por um triz

Então, com um aceno
beijou-lhe as faces,
roçando-lhe os cabelos,
convidou-a para um baile
infernal
sensacional
de muito sexo
sensual

E assim aconteceu,
a Serpente foi
ao Diabo que a carregue

Deus desceu à Terra
e atordoado
proclamou
“O Amor invadiu o inferno
e o Diabo se casou!
A Luxúria,
que pecado capital!,
surpreendeu o mundo todo
e acabou com o grande mal

E o demo, tão feliz
deu sua alma à meretriz
O pecado capital
derrotou o mal original

 

Carol Ortiz – acessem a página https://www.escritas.org/pt/n/l/carol-ortiz para mais poesias e o youtube https://www.youtube.com/channel/UCOj_DssoWp0_1HO7VCXgRcA para mais livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here