Projeto Lobos do Pardo captura o primeiro animal de 2020

0
300
Projeto Lobos do Pardo - Janeiro 2020 - Campanha de re-captura -- Crédito para foto: Instituto Pró-Carnívoro

Iniciativa que é resultado da parceria da AES Tietê com a ONG Instituto Pró-Carnívoros e ICMBio passa a monitorar 23 lobos-guarás

A AES Tietê investe em projetos que vão além do compromisso com a proteção dos biomas brasileiros. Exemplo disso é a parceria com a ONG Instituto Pró-Carnívoros e o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (CENAP) do ICMBio/MMA, para o projeto “Lobos do Pardo”, que tem como objetivo avaliar as ameaças à sobrevivência dos lobos-guarás encontrados na região da bacia do Rio Pardo e traçar estratégias para melhorar as condições de sua sobrevivência. No final do mês de janeiro, o oitavo lobo-guará foi capturado em São José do Rio Pardo.

 

O animal, um macho saudável, recebeu o nome de Ricco. Ele é de grande porte, tem aproximadamente dois anos de idade e pesa 27,5 quilos. “Na captura, o lobo Ricco não se mostrou agressivo. Nele foi colocado uma coleira com tinta refletiva e um brinco de identificação. Inicialmente, vamos monitorar este animal por meio de armadilhas fotográficas espalhadas na região, como a maioria dos lobos vem sendo acompanhada”, explica Guilherme Freitas, Analista Administrativo de Meio Ambiente da AES Tietê.

 

O projeto busca contribuir para o avanço de estudos e pesquisas cujos resultados poderão ser aplicados em políticas públicas ou ações institucionais de conservação ambiental. O projeto Lobos do Pardo, realizado pela AES Tietê em parceria com a ONG Instituto Pró-Carnívoros e o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (CENAP) do ICMBio/MMA, foca no direcionamento de estratégias de conservação para aumentar as chances de sobrevivência a longo prazo da espécie, que atualmente está listada como vulnerável à extinção no estado de São Paulo. Com essa nova captura, já são oito lobos acompanhados de perto pelo projeto. Um total de 22 lobos são monitorados desde o início de 2018 pelas lentes das armadilhas fotográficas espalhadas ao longo de 1.800 km2 nas imediações das Usinas Hidroelétricas de Caconde, Euclides da Cunha e Limoeiro. Destes, sete lobos foram aparelhados com coleira de monitoramento por GPS e transmissão de informações via satélite. Todos os lobos capturados têm sua saúde avaliada constantemente a partir do primeiro contato.

Sobre AES Tietê
A AES Tietê atua como uma plataforma integrada de energia renovável com soluções customizadas de acordo com a necessidade de seus clientes. Está entre as maiores companhias privadas de geração do Brasil, atuando no país há 20 anos. O Centro de Operações de Geração de Energia (COGE), localizado em Bauru (SP), é o mais tecnológico do país e opera remotamente todos os ativos da companhia.

 

No portfólio, composto por geração hídrica, solar e eólica, estão nove usinas hidrelétricas e três pequenas centrais hidrelétricas, dois Complexos Solares, Guaimbê e Ouroeste, em São Paulo, além do Complexo Eólico Alto Sertão II, na Bahia. Recentemente, a companhia anunciou investimento na construção do Complexo Eólico Tucano, também no estado da Bahia.
www.aestiete.com.br

 

Sobre o Instituto Pró-Carnívoros
O Instituto para a Conservação dos Carnívoros Neotropicais – Pró-Carnívoros é uma associação civil, de direito privado, não governamental e sem fins lucrativos. Fundada no ano de 1996, com mais de 20 anos de atuação, está sediada em Atibaia – SP e desenvolve projetos em diversas regiões do país. Os associados do Pró-Carnívoros são reconhecidos tanto pela contribuição de suas ações para a conservação ambiental, como pela excelência de suas realizações, honestidade e transparência na administração de recursos. A missão do Instituto Pró-Carnívoros é promover a conservação dos mamíferos carnívoros neotropicais e de seus habitats e sua atuação se dá em todos os biomas brasileiros (Mata Atlântica, Cerrado, Caatinga, Pantanal, Amazônia e Pampas).
www.procarnivoros.org.br

 

Sobre o ICMBio/CENAP
O CENAP é o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros, um dos Centros Nacionais de Pesquisa e Conservação do ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, autarquia do Ministério do Meio Ambiente. O centro atua em todo território nacional e tem por missão promover, por meio da gestão e da produção do conhecimento, a conservação e manejo de mamíferos terrestres silvestres. Tem a função de planejar, supervisionar, executar ações de conservação de espécies ameaçadas do Brasil.
www.icmbio.gov.br/cenap

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here