Carpe Diem

0
441
Carpe Diem

Não sabia sobre o que escrever até dez minutos atrás quando olhei pela janela afora do problema e da falta, avistando toda aquela verdura das árvores, os pássaros cantando, o sol gostoso batendo por todos os lados, que me tiraram da falta de inspiração, para a aspiração dos bons fluidos vindos da natureza.  No quintal, vez ou outra uma flor abre na suculenta, a rosa do deserto revela sua deslumbrante cor de rosa (sulferino diria a Dona da casa).

Da janela a visão da árvore seca é linda, o bucolismo natural que com um pouco de imaginação, traz a visão de um belo chapeleiro nos seus longos galhos.

Duas vidas diferentes coexistem no mesmo espaço.

De um lado, os homens, na vida ordinária da labuta pelo pão de cada dia, contabilizando previsões a curto, médio e longo prazo, sentados de oito a dez horas, em função sua função de planilhar, contabilizar, protocolar responsabilidades sem fim, tentando se manter equilibrado para não precisar de medicamentos.

De outro, a natureza, plena em seus ciclos, na permanente luta por sua sobrevivência, lidando um dia por vez, sem pressa, respeitando seu próprio tempo.

Carpe Diem quan minum credula postero. A máxima do poema de Homero vem desde gregorianos tempos nos insinuando que a vida não é um fluxo, tal qual a ladainha da missa de domingo, mas tem beleza como uma poesia de Olavo Bilac, tem ritmo, pulso e dinâmica como alguns minutos de uma melodia de Franz Liszt.

Carpe Diem é um mantra que pratico, exercitando a percepção para ampliar o olhar, além da rotina para a vastidão que é o mundo ao redor. Carpir o dia, contemplando seu propósito, conectando nossos sentidos com nossa existência.

Saber vivenciar os momentos, de seus mais singelos detalhes aos mais perceptíveis, é importante para o nosso propósito existencial. Fazer algo frutífero de nossas vidas, bem-viver é estar presente em todas as atividades que propomos fazer.

Precisamos aprimorar nossas habilidades de criatividade, sentir como o espaço em que vivemos se comporta, e vivenciar com presença de espírito, o meio onde habitamos.

Viva em Carpe Diem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here