TELHADOS e TELHAS (Parte 2) | Penna Arquitetura e Urbanismo

0
598

 

Fonte: https://www.galvaminas.com.br/blog/4-tipos-de-telhas-e-suas-vantagens-e-desvantagens/

Salve galera, tudo bom com vocês? Hoje eu continuarei falando sobre TELHADOS e TELHAS.

As telhas são encontradas em diferentes modelos e cada uma possui características especificas no que se refere a material, cor, inclinação, isolamento térmico e durabilidade. Ou seja, a escolha da telha certa para cada projeto ajuda a proporcionar conforto térmico, leveza, luminosidade e beleza. Os principais tipos são:

TIPOS DE TELHAS

1. Telhas de cerâmicas
Geralmente são feitas de argila ou de barro e são as mais comuns no Brasil. Devido a essa popularidade, são fáceis de encontrar no mercado, havendo uma grande diversidade de formatos e modelos, como por exemplo: a Telha Americana, Colonial, Italiana, Romana, Portuguesa, Francesa, entre outras. Cada uma com sua característica, sendo que a principal diferença entre elas é o formato. Todas elas conseguem deixar a casa com um estilo mais rústico e aconchegante, além de também se destacarem pelo conforto térmico e acústico proporcionado. Outra vantagem da telha de cerâmica é a fácil limpeza e manutenção e a facilidade de encontrar mão de obra especializada. Mas vale lembrar que para garantir o escoamento da água, a inclinação ideal das telhas geralmente deve ser entre 25% e 35%.

Infelizmente, esse tipo de material também possui desvantagens. Elas são pesadas (em torno de 40 quilos por metro quadrado) e, por isso, precisam de uma estrutura mais resistente, aumentando o custo total do telhado e forçando mais a estrutura da construção. Além disso, elas são mais permeáveis que as de cimento, por exemplo, o que pode facilitar a proliferação de mofo ou fungo.

Muitas pessoas que procuram substituir os painéis solares convencionais, estão optando pelas Telhas Fotovoltaicas, que são feitas de cerâmica normal e nelas são embutidas quatro células fotovoltaicas. Sua principal função é gerar energia por meio da conversão direta da luz solar em eletricidade. A fiação segue por baixo do telhado até diretamente para o conversor, podendo chegar a ter a eficiência de 3kW de energia em 40m² de área de telhado. Contudo, o custo desse tipo de telha ainda é alto.


Fonte: https://www.cscarimbos.com.br/telhas-ceramicas-tipos-caracteristicas-passo-passo/ e http://www.blog.sinco.net/2015/08/telha-solar.html

2. Telhas esmaltadas
As telhas esmaltadas são um tipo de telha cerâmica diferenciadas apenas no acabamento. Esse tipo de telha recebe ao final uma camada de cor, chamada vítrea, o que garante também, além da variedade de tons, uma maior resistência e durabilidade à telha. Além disso, deixa a cerâmica mais impermeável, diminuindo a possibilidade de infiltrações e o surgimento de fungo e mofo. Cada lado da telha pode ter uma cor diferente, por isso é comum utilizar esse tipo de material em lugares em que é possível visualizar o telhado da parte de dentro da casa – ou seja, locais sem forro.  Assim, é possível combinar o lado interno com a decoração e o externo com a fachada. Entretanto, a telha esmaltada pode custar até o dobro de uma telha cerâmica comum.


Fonte: https://magnueucalipto.com/produto/telha-esmaltada/39/ e http://www.casaconstrufaz.com.br/materiais-de-construcao/telhas/copia-telhas-de-ceramica-esmaltada-02-faces

3. Telhas de concreto
As telhas de concreto, ou telhas de cimento, são recentes no mercado e ainda pouco utilizadas. As principais vantagens são o conforto térmico, a variedade de formas e cores disponíveis e a possibilidade de utilizá-las em projetos com inclinação maior, acima de 35%. São mais impermeáveis que as telhas de cerâmica, mas mais pesadas, sendo necessária uma estrutura ainda mais reforçada para sustentá-las. Outra desvantagem é que possuem baixa resistência ao vento.


Fonte: https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1214732498-telha-de-concreto-direto-da-fabrica-69-telhas-por-m2-_JMhttps://tecnomor.com.br/pigmentos-para-telhas-de-concreto/

4. Telhas de fibrocimento
As telhas de fibrocimento são muito populares, sendo também conhecidas como telha Brasilit. Esse tipo de telha surgiu para substituir as antigas telhas de amianto que deixaram de ser comercializadas pelo alto risco à saúde humana. As telhas de fibrocimento são compostas por concreto e fibra de amianto e é um dos modelos de telhados mais econômicos. São telhas leves, duráveis, baratas e resistentes, que não precisam de uma estrutura de sustentação reforçada. O formato tradicional é o ondulado, mas também existem modelos que imitam as telhas de cerâmica. Além disso, é possível pintá-las caso o morador queira dar um novo visual à casa. Outra vantagem desse tipo de telha é que ela pode ser instalada com uma inclinação mínima de 15%. A principal desvantagem é que elas absorvem calor com muita facilidade e podem deixar o ambiente interno quente. Então, para resolver o problema, é preciso construir um forro ou uma laje. Outra desvantagem seria o fato de, esteticamente, o telhado não ficar tão bonito como os outros modelos.


Fonte: https://revistaadnormas.com.br/2018/06/13/os-requisitos-da-telha-ondulada-de-fibrocimento/ 

5. Telha Ecológica
É feita a partir de camadas de fibras vegetais, que são fibras de celulose, extraídas de papel reciclado, que em seguida recebe pigmentos, resultando em modelos de diferentes cores. Elas são impermeabilizadas com betume e protegidas por resina, que garantem a proteção à peça. Assim como a de fibrocimento, esse tipo de telha vem sendo utilizado para substituir as opções de amianto, mas com a vantagem de ser ecologicamente sustentável. São leves, fáceis de instalar e resistentes às intempéries climáticas.

Além disso, existem também as telhas ecológicas feitas de garrafas PET. Elas não emitem gases poluentes na atmosfera durante a sua fabricação, são muito leves e não exigem uma estrutura reforçada, diminuindo, consequentemente, o custo total do telhado. São bem resistentes, duráveis, suportam altas temperaturas e não são porosas, reduzindo a permeabilidade. Elas também são muito versáteis, podendo ser encontrada em modelos semelhantes às de cerâmica e nas opções translúcida e colorida.

Fonte: https://www.vivadecora.com.br/pro/arquitetura/telha-ecologica/ e https://fotos.habitissimo.com.br/foto/telhas-ecologicas-feitas-de-garrafas-pet-recicladas_771797

6. Telhas metálicas
Elas oferecem alta durabilidade, excelente impermeabilização, flexibilidade e também são anti-inflamáveis, podendo ser feitas de aço, alumínio, cobre ou de uma liga de metais. Além disso, essas telhas são consideravelmente leves e não tendem a comprometer as estruturas onde são apoiadas. Seu transporte e montagem proporcionam rapidez, o que diminui o tempo na obra. Uma das suas grandes vantagens é que são capazes de vencer grandes vãos, por isso são mais utilizadas em construções comerciais ou industriais.  Apesar dos benefícios, elas oferecem certa desvantagem no que se trata ao custo de mercado, quando comparada a outras telhas. Existe também a dificuldade e baixa capacidade de isolação térmica e acústica. Os acabamentos que podem variar entre galvanizado (zincado e inoxidável), anodizado, pintura eletrostática, entre outros. Os formatos também variam, podendo ser onduladas ou trapezoidais.

As Telhas Galvanizadas são telhas metálicas revestidas por uma mistura de alumínio e zinco para se tornarem resistentes à corrosão e às intempéries, como ventos fortes e tempestades. Elas podem ser instaladas com apenas 15% de inclinação, mas também possuem um isolamento térmico ruim. Para reverter esse problema, é preciso colocar uma barreira, como forro ou laje. Além disso, esse tipo de telha faz muito barulho durante a chuva, por exemplo, problema que também pode ser revertido com a utilização de uma barreira.

Já as Telhas Gravilhadas são um tipo que possuem uma camada de rocha moída com acabamento cerâmico, sendo visualmente parecidas com as telhas de cerâmica ou concreto. Ao contrário das telhas metálicas tradicionais, ela tem a característica de não irradiar calor, proporcionando um bom conforto térmico. Além disso são mais leves, resistentes a ventos fortes, choques térmicos, geadas, granizo, neve e ao fogo. Elas também não absorvem umidade e são fáceis de instalar. Entretanto, o custo desse tipo de telha é maior que as de cerâmica e concreto, por exemplo.


Fonte: https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-976355337-telha-metalica-galvanizada-frete-gratis-telhaspontocomitu-_JM?quantity=1  e https://souzatelhados.com.br/telhas-gravilhadas?id=telhas-gravilhadas

7. Telha Termoacústica (sanduíche)
As telhas termoacústicas nada mais são que telhas metálicas convencionais preenchidas por material inerte (poliuretano, isopor (EPS), lã de vidro ou lã de rocha), constituindo um “sanduíche” ou simplesmente uma única telha metálica com revestimento inferior. Elas também podem ser compostas por duas telhas de fibrocimento preenchidas com um desses isolantes térmicos.

A composição desse tipo de telha faz com que ela tenha um ótimo isolamento térmico e acústico, proporcionando um ambiente silencioso e com temperatura agradável. Elas são resistentes e leves, sendo possível encontra-las em diversas cores no mercado. Se comparadas às telhas de cerâmica ou concreto, são bem mais leves e bem melhor isolante térmica e acústica.


Fonte: https://br.pinterest.com/pin/562527809696719317/?lp=true e https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-958039656-telha-galvalume-sanduiche-termoacustica-partir-de-4600ml-_JM

8. Telhas de PVC
Bem mais leves que as telhas de concreto, cerâmica, metal ou fibrocimento, as telhas de PVC são versáteis, fáceis de limpar e de instalar. Podem ser encontradas em diferentes cores e formatos, sendo que as mais comuns são as que imitam o modelo cerâmico. Esse tipo de material é resistente ao fogo e às mudanças climáticas, como ventos fortes, tempestades e granizos. Além disso, possui a vantagem de ser reciclável, já que ao fim da sua vida útil é possível reciclá-la e transformá-la em uma nova telha. Uma das suas desvantagens, no entanto, é que se comparadas aos modelos de cerâmica ou concreto, as telhas de PVC não são bons isolantes térmicos ou acústicos, podendo deixar o ambiente interno quente demais. Para tentar reverter o problema, é possível usar uma manta entre o telhado e forro. Além disso, elas possuem um custo mais elevado quando comparadas às telhas de fibrocimento e as de cerâmica.


Fonte: https://precon.com.br/portal/telhas-de-pvc-colonial/

9. Telha de vidro
Elas proporcionam leveza e permitem a entrada de luz natural. Normalmente são utilizadas combinadas com telhas de cerâmicas ou de concreto, por isso são feitas nos mesmos modelos que essas duas. Os telhados de vidro são muito utilizados em áreas de piscina ou ambientes externos, como varandas. Além de trazer elegância e modernidade, ele evita barulhos causados pela chuva. A grande desvantagem é que as telhas podem trincar e quebrar com facilidade, além de necessitar de limpeza frequente para garantir a transparência. Ou seja, deve-se ter cuidado com o tipo do material, que deve ser temperado ou laminado.


Fonte: https://chatuba.com.br/tipos-de-telha-para-construcao/ e https://www.prismatic.com.br/principais-vantagens-da-telha-de-vidro/

10. Telhas Policarbonato
As telhas de policarbonato são maleáveis, leves e resistentes ao fogo. Suas principais características são a resistência e transparência. Elas são utilizadas para criar áreas de luz dentro de casa, ou na cobertura de áreas externas, como varandas, garagens, piscinas, estufas ou áreas de lazer no geral. Podem ser vendidas tanto no formato de telhas translúcidas como em placas compactas. Possui uma eficiente proteção térmica e proteção anti-UV, com filtro que evita a passagem de raios ultravioletas, para garantir que a telha não amarele com o tempo. É uma ótima opção às telhas de vidro que são mais frágeis. Uma das suas desvantagens é em relação ao barulho quando chove, que pode ser bem incômodo nesses modelos de telhados, além disso, deve-se tomar cuidado para não riscar as chapas ou corroer o material na hora de realizar a limpeza e a manutenção.


Fonte: https://www.habitissimo.com.br/orcamentos/sao-paulo/sao-paulo-zona-leste/instalacao-telhado-policarbonato-fundo-quintal#1 e http://www.vick.com.br/blog/policarbonato-telhas/

E aí? Gostaram? Vale lembrar que eu falei sobre os modelos de telhados no post anterior, e neste falei de alguns tipos de telhas. Existe uma infinidade delas! Tem que pesquisar e se informar com calma sobre cada modelo e tipo existente. Ficou alguma dúvida? Deixe seus comentários aqui embaixo para mim. Muito obrigada, beijos e até a próxima!

Redes sociais:
https://www.facebook.com/pennaarq/
https://www.instagram.com/pennaarq/
https://www.youtube.com/c/PennaArquiteturaeUrbanismo

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here