A atual realidade do esgoto brasileiro

0
223

Segundo dados da ABCON (Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto) e a SINDCON (Sindicato Nacional das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto), atualmente a realidade do tratamento de esgoto em nosso país é preocupante. Ocupamos a 105ª posição em um ranking mundial em termos de acesso a esses serviços e nos encontramos atrás de países como China, África do Sul, Jordânia, México, Chile e Peru. E para crescer mais nestes setores deveríamos investir pelo menos R$ 20 bilhões por ano em saneamento.

Nosso cenário atual apresenta a seguinte situação, onde atualmente investimos apenas 50% desse recurso, mas que, para mudar este cenário, é necessário mudar várias coisas como a ampliação de investimentos, que leve condições básicas de saúde à população a um preço justo, que é atualmente e esbarrado e comprometendo este setor devido à estrutura institucional e jurídica atual em nosso país.

Outra grande realidade que se apresenta em nosso país e que possuímos uma rede de comunicação de internet e banda larga, mas que em muitas regiões que se tem esta tecnologia se quer tem um sistema de coleta de esgoto e tratamento, dando um reflexo da atual falta de investimento por parte dos municípios em nosso país.

Somente com a interação entre organizações público-privadas e instituições políticas poderemos minimizar ou sanar o atual cenário nacional. Atualmente contamos com apenas 6% de nossos municípios brasileiros que contam com parceria da iniciativa privada, em um ambiente de incerteza devido a várias questões como a grande perda de água na distribuição, fazendo com que as empresas tenham certo receio para investimentos neste setor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here