Formas como as lojas praticam desperdício zero consigo e não sabe

0
314
Formas como as lojas praticam desperdício zero consigo e não sabe

Mesmo que não conheça o termo, ou conheça a ideia por de traz dele, é bem possível que já tenha deparado com iniciativas ou práticas relacionadas com ele. Falamos de desperdício zero. 

A filosofia de reduzir, reutilizar e em última análise reciclar o nosso desperdício. A filosofia que toma atenção à utilização dos recursos nos nossos quotidianos numa comunhão com o meio ambiente e com o futuro do nosso planeta. A filosofia que nos faz viver sempre em consideração com esse compromisso de não gastar o que não precisamos, de não desperdiçar o que usamos e de devolver tudo à terra, num ciclo que s repete. 

Como dizíamos, sem você reparar, muitas vezes se deparou com essa filosofia, e nem se apercebeu. Ter-se-á apercebido talvez que estava fazendo algo pelo meio ambiente, algo de bem, e isso é bem verdade. 

De que forma isso acontece? Um dos exemplos mais comuns, com o qual as pessoas acabam se cruzando sem se aperceber, é quando vão à sua loja de varejo local, e compram algo, para depois trazerem para casa num saco que já tinham consigo. 

Aqui, aplicaram um dos conceitos do “desperdício zero”, o reutilizar. Ao não pedir uma saqueta nova todas as vezes, reduzimos a quantidade de desperdício eu criamos, e reduzimos a quantidade de recursos naturais gastos. Pode ser uma saqueta apenas, mas multiplicando isso por muita gente, todos os dias, dá muitas saquetas mesmo, acredite! Sabia que só no Brasil, mais de 1,5 milhões de sacolinhas de plástico são distribuídas? Isso é muito desperdício mesmo!

Alem do mais, já reparou que algumas marcas e superfícies tem mudado as suas embalagens? Mais uma vez, ao encontro de melhores práticas ambientais. Por exemplo, em fevereiro a embalagem de Nescau mudou de formato para se adaptar a canudo de papel, eliminando assim os canudos de plástico tradicionais. Outro exemplo é a adoção de novas embalagens na cadeia Carrefour, onde vão substituir as tradicionais embalagens de plástico e isopor, por embalagens biodegradáveis. 

Em ambos os casos temos a evolução positiva de passar de itens descartáveis de plástico para outros de materiais orgânicos. Assim, reduzimos o desperdício plástico, dando a possibilidade de os clientes poderem compostar os produtos restantes ou reciclar caso isso não seja possível ou prática do cliente. 

Ainda nas superfícies comerciais, poderá já ter visto outra coisa que era bem mais comum no passado, e agora está voltando em força. A venda de produtos a granel. 

Esta prática é bastante amiga do ambiente e enquadra bem na filosofia do desperdício zero. Aqui, os alimentos que você procura (ou outros bens os quais também possam ser vendidos dessa forma) não vem embalados individualmente, mas são sim, vendidos à quantidade que o cliente pretender. 

Para alem da obvia vantagem de reduzir o número de embalagens usadas, temos também a vantagem de promover nos clientes, inconscientemente, práticas de desperdício zero, pois promove no cliente a consciência que pode e deve trazer as suas embalagens para a compra, que depois dobram como armazenamento em casa. 

Outras práticas começam a ser também mais recorrentes, por isso esteja atento da próxima vez que for fazer as compras na sua loja, e veja se a sua loja é uma loja desperdício zero.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here