Na presença, a dor acalma

0
240

Muitas pessoas chegam no consultório falando: “minha vida está terrível, sinto muita dor”, “essa dor está acabando comigo”, “não consigo fazer nada”…

Você já ouviu estas “falas”?

Eu fico atenta para não “cair” nelas.

Não porque eu ache que a pessoa está mentindo para mim e sim porque estes pensamentos estão enganando ela mesma.

Imagine-se você falando para você mesmo: “a vida é horrível, eu não aguento mais…” Agora perceba como fica seu corpo? Normalmente o corpo se contrai, se fecha, fica tenso.

Solte este pensamento e perceba apenas seu corpo agora, observando a vida que circula nele.

Pode ser que ainda venha algum “conceito” em sua mente, do tipo: “estou gorda”, “preciso fazer exercício”, “não queria sentir isso”…

Se aparecer isso, te convido a deixar este pensamento descer, como uma folha que desce da árvore e descansando no chão. E, mais uma vez, simplesmente perceba seu corpo, do jeito que é.

É comum que comecem a surgir sensações mais prazerosas, de espaço, leveza e calmaria.

Pois bem, esse diálogo mental nos deixa atordoados e fora do eixo. Quando voltamos a nós mesmos, no nosso corpo, tudo fica mais leve.

Ao facilitar essa “busca” de estar no presente com aquelas pessoas que traziam as “falas mentais”, me surpreendo junto com elas!

Não só a dor alivia, como elas encontram um sentido de viver.

É algo tããão simples e, ao mesmo tempo, tão desafiador…

Liberar as expectativas e permanecer na PRESENÇA.

Como soa isso para você?

Que tal sustentarmos esta presença AGORA, neste instante?

Conte-me sobre suas vivências, lá nas redes sociais!

Seguimos conectados!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here