Como é mesmo?

0
313

Quem navega sabe como é: de repente aparece um texto curto, mas inteligente, nem sempre expresso em linguagem aceitável. Entre deletar e lhe dar um trato, balança o nosso coração.

Aí vão uns exemplares dessa literatura concisa, experimentada, espirituosa e tratada.

Exame médico

Depois de acurada observação ao espelho, a distinta senhora decidiu-se: iria ao médico naquele mesmo dia. No caminho foi ensaiando seu discurso, que ficou assim de viva voz:

– Doutor, estou aqui porque notei com preocupação que meus cabelos estão secos e quebradiços; meus olhos sem brilho; minha pele rugosa e sem elasticidade; meus braços flácidos e minhas mãos encarquilhadas. O que é que o senhor acha disso tudo?

– Garanto-lhe que a senhora não tem problema algum de visão, resumiu o atento facultativo.

Com toda a certeza

Dois caçadores caminham pela floresta. Súbito, um deles vai ao chão, espumando e revirando os olhos, parecendo ter muita dificuldade em respirar. Seu companheiro, sem saber o que fazer, toma o celular e consegue comunicar-se com um serviço de emergência dos
guardas florestais.

– Seu guarda, estou aqui sozinho no meio do mato e meu amigo morreu.

– Morreu mesmo?

– Não tenho certeza absoluta, mas parece que sim!

– Mantenha a calma, meu senhor. A primeira coisa que deve fazer é ter certeza de que ele está morto…

Segue-se um pesado e longo silêncio, só quebrado pelo barulho de um estampido.

– Seu guarda, e agora, o que é que eu faço?

Elementar, meu caro

Depois de resolver o terrível problema do cão dos Baskervilles, o detetive Sherlock Holmes resolve convidar o inseparável amigo Dr. Watson para um programa incomum: acampar por breve período. Dirigem-se a um bosque relativamente próximo, armam a barraca, tomam uma refeição adequada à ocasião e consomem, com vagares, uma garrafa de bom vinho tinto.

Já dentro dos respectivos sacos de dormir, ainda conversam mais um pouquinho, até
caírem no sono. Algumas horas depois, Holmes acorda, acende o cachimbo e sacode o amigo:

– Watson, olhe para o céu estrelado. O que você deduz disso?

O médico, sabedor dos complicados processos de raciocínio do implacável decifrador de mistérios, resolve mostrar um pouco de erudição:

– Bem, astronomicamente, estimo que existam milhões de galáxias e potencialmente bilhões de planetas como a Terra. Astrologicamente posso assegurar que Saturno está em Câncer. É de supor-se, ainda, pela posição das estrelas no firmamento, que são três horas e poucos minutos da madrugada. Se você me der mais algum tempo de alinhar outras considerações,
chegarei a outras deduções com aceitável base lógica. Ou você já está satisfeito com que explanei até aqui?
(continua na próxima publicação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here