Entendendo e Vivenciando os Três Legados

0
43

Quando ingressei em N/A, no fundo do poço emocional, o que mais almejava era me recuperar, sair do terrível sofrimento em que me encontrava.

Não prestei atenção à Unidade, nem ao Serviço. A única coisa que me importava era permanecer no grupo e frequentar as reuniões com assiduidade. Depois de tantos fracassos na tentativa de encontrar algo que aliviasse o meu sofrimento, encontrei
um Programa de vida que me ofereceu o que eu mais precisava: respostas para minha doença. Comecei a perceber e sentir que não estava enlouquecendo como sempre pensava,
mas sim, doente mental e emocional.

Permanecendo na Programação, senti o quanto faltou Unidade para comigo mesma, para com Deus e para com outros seres humanos, enquanto eu estava na ativa da doença.
Acreditava que a causa da minha doença eram as atitudes dos outros, a maior parte dos acontecimentos me descontrolava, tudo me magoava, causava raiva, desequilíbrio e como
eu não sabia trabalhar meu lado emocional, meus relacionamentos eram péssimos. Em relação ao serviço, eu sempre quis levar vantagem em tudo, sempre questionava quando
alguém solicitava minha ajuda: será que vou ser compensada de alguma forma? Poucas vezes me prontifiquei a ajudar alguém, preocupava-me excessivamente comigo mesma e com tudo que me pertencia.

Quando comecei a despertar para a prática dos três legados, senti o quanto era importante
colocar a minha recuperação em primeiro lugar, não só para aliviar os sintomas e o sofrimento, mas para ter uma mudança de personalidade alicerçada nos 12 Passos. A unidade também foi difícil a princípio, pois não sabia trabalhar meus melindres, medos, complexos de superioridade e inferioridade, esses defeitos de caráter que sempre impediram meu crescimento mental, emocional e espiritual.

Começar a praticar e vivenciar as Tradições, no grupo, sempre é mais fácil, porque estamos todos com o mesmo objetivo: de recuperar-nos e vivermos harmoniosamente com Deus e com os demais seres humanos. A prestação de serviço me ajuda a ter disciplina, a fazer primeiro as coisas primeiras, pois fazia tudo atabalhoadamente e não conseguia fazer nada bem feito. Hoje consigo chegar no Grupo mais cedo, ajudar a arrumar a sala de reunião, a me doar e perceber o que é necessário ser feito, e não só o que eu quero fazer ou que é mais fácil fazer. Agradeço profundamente a Deus, não só por ter conhecido este maravilhoso Programa de Vida, mas principalmente por ter permanecido nele.

É nos doando – Serviço; Nos reunindo – Unidade; Que chegamos mais facilmente à Recuperação. “Concedei-nos Senhor a Serenidade necessária para Aceitar as
coisas que não podemos modificar, Coragem para modificar aquelas que podemos e Sabedoria para distinguir umas das outras”.

24 horas de Paz e Serenidade

Endereços: Salão da Igreja Matriz, às 2ªs feiras, às 19h30min, terapia e 4ª s feiras, 19h30min, reunião de estudo.
Também temos reuniões online. Mais informações: www.neuroticosanonimos.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here