A eutrofização e suas causas

0
185

A eutrofização é definida como um processo causador de poluição das águas, na maioria das vezes, pela ação antrópica do homem ou, muito raramente, por fatores ambientais.

Do grego “trophos”, que quer dizer alimento, a adição de fósforo e nitrato na água em excesso acarreta uma série de consequências no ambiente aquático devido à grande carga orgânica já depositada pelo despejo de esgoto e outras fontes poluidoras.

Com o desequilíbrio no ambiente aquático, a eutrofização leva à formação de algas e cianobactérias que irão prejudicar a qualidade da água, causando forte odor e gosto. Devido à formação de um biofilme na parte superior da água, impede-se a penetração de luz solar nas camadas inferiores, prejudicando, assim, a realização da fotossíntese e, consequentemente, a mortandade dos organismos que ali vivem devido à falta de oxigenação e aumento da carga orgânica.

Com um ambiente todo desequilibrado, gera-se a proliferação de algas das mais diversas espécies, como Algas azuis, Algas verdes ou Diatomáceas. Atualmente grandes centros populacionais estão sofrendo com estes problemas causados pelo grande aumento da poluição nos rios. Cidades como São Paulo, com um sistema de abastecimento complexo e com uma grande empresa que o administra, já sofreram com estes problemas. Em 2017, o DMAE da cidade de Porto Alegre sofreu com problemas de gosto e odor na água servida à população de vários bairros.

Isso comprova cada vez mais a importância de os municípios terem um tratamento de esgoto eficiente e com 100% de coleta, para que o ecossistema não sofra e nem a população como um todo.

Que em 2018 as pessoas tenham mais consciência da importância da preservação do meio ambiente em que vivem, para que as gerações futuras possam desfrutá-lo.

Feliz 2018 são meus sinceros votos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here