Implantes dentários

0
545

Algumas revoluções na prática da Odontologia aconteceram nas décadas passadas. A maior delas, em minha opinião, aconteceu quando passamos a repor dentes perdidos com os Implantes Osseointegráveis. Já não é um procedimento novo, mas acredito que não até 15 anos atrás foi alcançada uma maturidade nessa prática, sendo hoje indicada e realizada com total segurança.
O implante tem a função de substituir a raiz do dente perdido. Sobre essa “nova raiz”, instalamos uma Coroa, que basicamente é a parte do dente que conseguimos enxergar. Antes dos implantes, a reposição dos dentes perdidos só acontecia através de Próteses Fixas, unidas aos dentes vizinhos, ou Próteses Removíveis.
Os implantes possibilitam que dentes sejam repostos sem qualquer necessidade de desgaste aos dentes vizinhos ao defeito, como acontecia com as próteses fixas convencionais. Além disso, as coroas feitas sobre os implantes são confeccionadas em porcelana, podendo ser altamente estéticas e imperceptíveis.
Por esses motivos, os implantes são conhecidos como a “Terceira Dentição”, depois dos dentes de leite e dos dentes permanentes.
Se você perdeu um ou mais dentes, consulte seu (sua) dentista sobre a possibilidade de receber implantes. Não se esqueça de informá-lo (a) sobre suas condições gerais de saúde e se está tomando algum medicamento, já que essas são informações importantíssimas para a correta indicação deste tipo de tratamento.
Milhões de pessoas já voltaram a mastigar corretamente, sorrir e falar sem medo e até conviver socialmente sem constrangimentos desde que os implantes entraram na Odontologia e em outras áreas da Medicina.
Na próxima coluna discutiremos se o procedimento de colocação dos implantes envolve risco ou qualquer tipo de desconforto.
Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here