Avaliação Física

0
360

A importância se dá por ser a avaliação física – seu nome correto é cineantropometria – a única disciplina clínica do curso de educação física e por ela ser capaz de me informar das condições físicas do meu aluno para que eu possa montar um programa de exercício físico de acordo com as suas necessidades e seus limites.
Normalmente devemos realizar uma anamnese para conhecermos melhor nosso aluno, para depois entrarmos nas partes técnicas de medidas de perímetros, da análise da composição corporal, da avaliação postural e da realização de testes para medir a aptidão física dos nossos alunos.
As academias e espaços de treinamento físico realizam as reavaliações de 3 em 3 meses mas, no treinamento realizado com personal training as reavaliações devem ser feitas mensalmente para que possamos corrigir eventuais erros na prescrição dos exercícios e melhorar o treinamento, para podermos atingir seus objetivos com mais eficiência.
O peso normalmente é utilizado junto com a estatura para determinarmos o IMC em estudos epidemiológicos. Para o acompanhamento de mudança da composição corporal somente a análise desta é que será a mais adequada, pois assim poderemos ver se realmente o aluno perdeu gordura e quantificar essa perda, assim como medir a quantidade de massa muscular que ele adquiriu com o treinamento. Muitas vezes a diminuição de peso pode dar uma ideia de perda de gordura, mas temos de observar se foi perdida também massa muscular.
O mais importante é procurar saber se o profissional que está ministrando o treinamento é formado em Educação Física e se tem o registro do seu Conselho (CREF) para exercer tal função.
Exija do seu profissional que realize a avaliação física antes da prescrição do treinamento para que ele possa montar o rol de exercícios de acordo com as suas necessidades e que regularmente reavalie para saber se os seus objetivos estão sendo alcançados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here